27.9.10

Episódio do vidro

Sábado recebemos visitas. O primo Dudu (de listrado) e Lennon, o filho da filha de uma prima segunda do Emanuel. Quatro bebês brincando coisa mais amada a tarde toda. E veio a sogra, a bisa e tia bisa Ieda.

Criançada sábado à tarde

O pessoal ficou aqui até tarde, e como o marido tá viajando, minha mãe veio dormir aqui comigo. Lá pela meia noite escutamos um barulho. Mas o barulho era de alguma coisa caindo junto com o tapetinho de atividades delas. Só eu e ela em casa. Que medo. Achei que tinha alguém dentro de casa. Minha mãe não me deixava sair dos quartos (eu chaveio o corredor). Ela ligando pro meu pai e ele dormindo, demorou para atender. Abri a sacada, os vizinhos estavam acordados. O vizinho é político, andou recebendo ameaça de assalto, então eles estão com um segurança ali dentro de casa. Daí chamei o vizinho. Veio ele e o filho. Mas e para sair dos quartos e abrir o portão? Criei coragem e fui... daí dou de cara com o vidro do meu parapeito quebrado. 


A imagem que eu vi assim que abri a porta.
Ufa... passou o susto! Pelo barulho que fez (não caiu tudo de uma vez), parecia gente andando em casa, porque ia caindo de pouquinho em pouquinho... Mas gente, caiu bem na sala que a gente passou a tarde toda com a criançada! Que perigo!
Mas a nossa mente é criativa demais nas horas de medo. Porque eu ouvia certinho que tinha alguém dentro de casa...

O vidro é aquele lá em cima.

O chão bem embaixo (onde estava o berço)
E na parte de baixo da casa, eu tenho um bercinho desmontável, onde as meninas ficam se estamos por lá. E onde as crianças dormiram no sábado também... 


Dentro do bercinho.

Ai que susto. Fiquei tão nervosa. Mas passou... Agora não sei o que fazer, se coloco vidro de novo, se tiro tudo. Vou ligar lá para a vidraçaria para falar pra eles do ocorrido. Vou esperar o marido chegar de viagem para decidir o que fazer.

E a trabalheira para limpar? Vidro pela casa toda! Limpei um pouco no sábado de madrugada mesmo. No domingo levantei tudo, hoje ainda passamos aspirador. E aparece caco de vidro por tudo ainda!

Bolsas de vidro quebrado.
Nem sei onde levar esses vidros todos. Essas bolsas estão suuuper pesadas!

Mas olha, pensando agora, eu e a mãe, com medo, chega a ser até engraçado. Diz a mãe que quando eu abri a porta do corredor eu falei: "Tem alguém aí?" Ahahahhahah... imagem, se fosse ladrão ele ia mesmo responder pra mim... ahahahhahahah...



25.9.10

Gravidez gemelar

Resolvi lembrar um pouco de como foi a minha gravidez das gêmeas. 
22 semanas gravidez gêmeas


Foi horrível. Primeiro que quando descobrimos, estava na época da tal gripe H1N1. Logo de início, fui afastada do trabalho por 30 dias (todas as professores, funcionárias, enfim, mulheres grávidas). Até aí tudo bem. Só um mês, pensei... Não ia trabalhar, mas também não podia ficar saindo de casa, né? Ok. Até que fiz o ultrassom e descobri que eram duas! Alegria dobrada, felicidade total. Ok. Fui na médica. Repouso. Aiiiii, como fazer repouso? Eu? Agitada como sou??? Mas... tudo pelos bebês, lógico que fiz repouso. Costumo dizer para todos que foi "por nada"que eu fiz repouso. Mas claro que não foi. Eu tinha perdido uma gravidez 3 meses antes. Minha altura, por 1cm não é considerada gravidez de risco. As duas estavam em uma placenta só, o que é mais complicadinho. E sou mulher de médico (oi?). Sim, os médicos temem que aconteça algo com os colegas... E mesmo com o repouso total elas nasceram de 34 semanas...


Infelizmente por causa do repouso, fiquei muito em casa, não pude pegar peso, fazer atividade nenhuma, era quente, muito quente, eu vivia no meu quarto, claro com ar condicionado e ganhei um frigobar do marido, pq minha casa tem dois andares e eu ficava sozinha na parte de cima. Mas até meu mestrado eu larguei de mão, fiquei muito desanimada. 


O pessoal vinha montar os quartos e eu mal conseguia chegar lá de tão pesada que me sentia. Engordei só (oi?) 20kg, mas pareciam 40kg... Fiquei muito inchada, muito. Mesmo fazendo drenagem 3 vezes por semana. Na 29a. semana, fui internada, estava com contrações. Me deram muito soro, daí sim que fiquei inchada, um horror.


A médica me deixava muito preocupada, eu não saia de casa para nada, só para ultrassom e consulta. Ah, e para ir no hospital, já que tive anemia e ia lá para "tomar"ferro (ora injetável, ora na veia)


Não pude fazer um book de grávida. Primeiro porque amo fotos, da Carol só fiz algumas fotos. Sofro até hoje por não ter feito. Uia! Até porque meu marido bate foto suuuper mal, então nem tenho fotos bonitas da gravidez delas. Meu sonho era uma foto da Carol beijando minha barriga... não saiu. Mas minha amiga Mônica bateu algumas fotos, inclusive esta que postei aqui, quando eu estava com 22 semanas.


Não fiz chá de bebê, porque a médica também não deixava. Logo eu, que adoro comemorar tudo...


E o pior, não bati aquela foto na hora do parto, com as duas filhas comigo, igual da novela, sabem???? Porque a hora do parto delas não foi aquela alegria... Todos estavam com medo, afinal, elas tinham apenas 34 semanas.


Falo de tudo isso hoje, seis meses depois, porque no momento não dava de fazer nada mesmo, não tinha clima, eu sentia dor demais, calor demais, medo demais, era tudo agoniante, ai, ai, um horror! 


Morria de medo de ir fazer ultrassom. Não dormia na véspera. Tinha medo de não aparecer nada... Isso porque eu tinha perdido um bebê três meses antes, claro. Mas era um pecado, eu não curtia o momento. Depois que via na tela as duas agitando, ufa, dava um alívio, mas no outro dia já ficava preocupada de novo. Tinha muito medo de perdê-las... Hoje eu olho os dvds dos exames gravados e acho o máximo! Como é lindo ver as duas ali dentro de mim, crescendo tão bem! Daí eu ia no ultrassom, e lá o Dr Márcio dizia sempre que estava tudo ótimo e por ele não precisava de repouso. Mas levava o exame na Dra Margarete e ela me colocava no repouso de novo... 


Se a barriga não mexia, eu ficava preocupada. Se mexia demais, eu também ficava preocupada. Acho que era falta do que fazer, passava o dia todo pensando, pensando, lendo muita coisa ruim na internet.


Daí a gente vê uma Fernanda Lima, Giovana Antonelli, fazendo de tudo, até o final da gravidez, e acha que gravidez gemelar é assim simples. Bom, a minha não foi. A maioria não é. Ou é? Mães de gêmeos, se manifestem!


Assim que elas nasceram foi bom demais! Tudo de ruim que eu sentia, saiu junto com o parto delas. Fiquei apaixonada por aquelas duas coisinhas minhas, tão pequeninhas, tão dependentes de mim e daquelas aparelhos todos de UTI... A Carol me perguntou se eu ia voltar a ser "aquela menininha de antes". Sim, eu voltei a ser aquela de antes, mas com o coração maior ainda, mais alegre ainda. Totalmente realizada.


A gravidez da Carol foi maravilhosa! Me sentia muito bem, linda, amava passear, fazia exercícios, estudava. Foi tudo ótimo. Beeeem diferente da gravidez das gêmeas...


Fui uma chata durante a gravidez delas, mas agora olhando as fotos, mesmo lembrando de todo trabalho que eu passei, me bateu uma saudade do barrigão. E só em pensar que essa sensação eu nunca mais vou sentir, me dá até uma tristezinha...



23.9.10

Leticia

Como eu gosto muito de criança, gosto muito de falar de criança. E amo tanto as minhas filhas, os meus sobrinhos, priminhos, filhos das amigas, amigas da minha filha... que de vez em quando vou escrevendo sobre alguns deles. Hoje a escolhida é a Lelê.
Leticia fofa no seu primeiro aniversário
Leticia é filha de uma amiga querida demais, a Lolô. E ela fez 1 aninho dia 18 de agosto. É uma fofa. Pena que moramos longe, mas ainda bem que elas estão sempre por aqui, principalmente nos finais de semana! Queridinha, dorme a noite toda desde pequenina. Nasceu bem no meio daquela loucura da gripe H1N1 ano passado. Foi proibida de receber visitas, mas imagina se eu não fui lá visitar? Claro que fui! E ela é um anjinho! Os olhos mais lindos do mundo são os dela! Come bastante, é uma gostosa! Adoro quando ela faz bichinho! Ah, e eu que dei o primeiro doce na boca dela, um pouco antes do aniversário de 1 ano dela... eheheheh... e olha que a mãe dela é toda preocupada com a alimentação saudável! Ok, eu também sou, mas não resisti! Ela estava só de olho no docinho...


Vou colocar fotos da festinha dela, que estava maravilhosa!!!


Hora do parabéns!


Criançada de até 1 ano que estava na festa!
Como é bom ter amigos! De tantas amigas que eu tenho, a Lolô e a Cacá são muito especiais! Somos muito grudadas, gostamos de ficar só nós três... nas festas, casamentos, fugimos dos maridos para conversar, conversar, conversar. O papo não acaba nunca!!!! Eu e a Lolô nos conhecemos desde 1992 eu acho, e eu e a Cacá desde sempre! Em outro post falarei só da Manu, que é outra fofa!


Minhas amigas do coração Cacá com Manu e Lolô com Lelê.

Nem divulgo meu blog para as minhas amigas, mas quero deixar aqui registrado meu amor por essas duas amigonas! Amo vocês amigas!!!! Vocês são mais que especiais!
21.9.10

Avós



Participando da Blogagem Coletiva, sugerida pelo Rede Mulher e Mãe, hoje é dia de falar dos avós! Existe assunto melhor?


Bom, começando quero falar das minhas avós, as duas Adelinas. Uma era a vó Lina e a outra era a vó de Sider. A minha querida vó Lina já morreu. Linda, esbelta, uma mulher chique, professora e mãe de 7 filhos (como conseguiu?). Sinto muita, muita saudade dela. Só imagino a alegria dela em ver os bisnetos. Mas nem no meu casamento ela foi... Já a minha vó de Síder, hoje conhecida por bisa Adelina, continua firme. Muita dor nas penas ela sente, mas vem todo dia para Criciúma (ela mora no interior, Siderópolis). Ela faz hidro 3 vezes na semana, adora ir no mercado. Vai todos os dias! Traz sempre uma coisinha para a Carol e agora para as meninas também. Não consegue subir as escadas aqui de casa, quando ela vem, levamos as meninas lá na garagem para ela ver, fica babando. Todos me contam que o assunto dela é falar das bisnetas. Ela é a minha madrinha, mas essa parte eu não curtia muito desde criança não... queria ganhar mais presentes! Ahahahahha....


Meu vô Mário já morreu também. Quando a vó Lina morreu, ele ficou muito sozinho e vinha muito na nossa casa. Senti bastante a sua falta também. Meu vô Toninho é vivo. E tem uma saúde de dar inveja a qualquer um! 


Lembro muito dos momentos na casa da vó Lina, depois do colégio, todo dia a gente passava lá. Almoço com a família. sinto o cheirinho até hoje... A casa de praia deles, era uma delícia, tinha piscina!!! 


E também lembro dos finais de semana em Siderópolis, na fazenda. Aquele cheiro de laranja crava (vergamota, bergamota) que não saia mesmo depois de esfregar um monte no banho! Ai que delícia... Banho de lama, passeio de carroça... Esses dias fui pra lá, mostrei tudo que eu fazia lá pra Carol e ela disse: "Ai mãe, imagina morar aqui, que bom, né?" 


Mas também quero falar dos avós das minhas filhas, que são os melhores do mundo!!!!!


Meu pai, o vô Rui ou "bobozinho" como ele mesmo fala desde que a Carol era pequena. Meu pai realmente é um "bobo", um "babão" pelas netas. Não sabe dizer não. Faz tudo por elas. Sempre que preciso, é só ligar, ela faz o que for preciso. Pega ou leva a Carol no colégio, vai comigo no pediatra, nas vacinas. Meu pai é demais, é um maravilhoso avó!


Minha mãe, a vó Liége, trabalha bastante na universidade, mas vive aqui em casa sempre que pode. Me ajuda demais. Desde que a Carol é pequena, ela vem e se mete no guarda-roupa dela, bagunça tudo para escolher uma roupa. Hoje com as pequenas, é a mesma coisa. Agora ela inventou de fazer "pipitos" nos fiapos de cabelo das gêmeas... É a primeira coisa que ela faz quando chega aqui! Não é de sentar e ficar brincando, mas adora alugar um dvd e assistir com a Carol, levar a Carol para passear, lanchar... E fica louca com as gêmeas!


Meu sogro, vô Enedir tá sempre presente. Precisamos arrumar alguma coisa, é ele que sabe. Ele que montou os berços! Ele que fez a casinha de boneca das meninas! Agora está me ajudando com a nossa casinha da praia! No dia da faxina, ele tava lá com a gente!


Minha sogra, vó Jacira, é muito presente. Enlouquecida pelas netas, tem um monte de brinquedos e dvds na casa dela, que não saem de lá! Pelo menos uma vez por semana as mais velhas dormem na casa dela. Fazem uma festa! Ela tem muita paciência para brincar com as meninas.


E ainda tem a bisa Maria, mãe da vó Jacira, que é avó do meu marido. Ela é uma pessoa muito pra cima! Animada, toma uma cervejinha nos finais de semana e tudo! Outra babona pelos bisnetos! Gosta de ver as meninas brincando, fica rindo delas. Assim que veio conhecer as gêmeas ficou com medo de pegar no colo, mas coloquei as duas juntas no colo dela, que ficou muito emocionada! Quando ela viu as cadeirinhas das bebês no carro, ela chorou. 


Ui, acho que escrevi demais e não falei nem metade do que eu gostaria de falar sobre os avós. Existe papel mais especial do que o deles na vida da gente? Eles podem tudo! Eles são o máximo!
10.9.10

Modelo!

Carolina na passarela!
Ontem teve desfile do shopping aqui e a Carolzinha foi convidada para desfilar e claro que aceitou... fiquei meio assim, porque em outubro do ano passado, no casamento da minha prima, ela foi de daminha (pela quinta vez) e não entrou na igreja (pela primeira vez)! Fiquei louca! Porque nas outras vezes ela sempre entrava... Bom, voltando ao desfile. Ficou toda feliz, toda faceira e pediu para ser a primeira do desfile! Mas, como nem ensaio teve, eu não sabia se ela ia mesmo pedir para ser a primeira... Mas para minha surpresa, lá foi ela! A primeira a desfilar! Lindaaaa!!!!


Minha modelo linda, puxando a fila!
E mãe boba que eu sou, até chorei quando ela desfilou, porque foi tão bonitinha, tão livre, tão conhecedora da passarela, que até fiquei surpresa! Minha Gisele Bündchen gente!!!!

Página do Jornal da Manhã
Antes de chegarmos no desfile ela assim: "Mas mãe, e se alguém copiar meu jeito de desfilar, porque sabe, né, eu vou assim, de mão na cintura e rebolando!" Mereço gente???? Essa minha filha é uma figurinha...

Bom, pra completar a minha babação, hoje cedo na academia abri o jornal e lá estava ela, nas fotos do desfile!!!! Claro que fui no site do jornal e aí está a minha modelo linda!

Ai gente, são momentos como esse que nos deixam orgulhosos de nossos filhos, mesmo sendo uma bobagem, muitos podem dizer "Que fútil", mas ela estava feliz, e eu fico muito mais feliz!

Bom final de semana a todos!

5.9.10

Domingo no clube!

Uma delícia nosso dia hoje! Fomos passar o dia no Mampituba com os amigos!


Tia Dany querida e sua super máquina registrou nosso dia! Seguem as fotos:




Helena de rosa e Isa de roxo.
2.9.10

6 meses Isadora e Helena

Helena em cima da Isadora
Hoje minhas pequeninhas completam 6 meses de vida. Como assim 6 meses??? Já??? Mas ontem eu tava grávida, gente! Como o tempo passa rápido!


Elas já estão rolando no chão, querendo engatinhar e eu nem chamei o moço para colocar rede e cercadinho em alguns lugares... ai, ai, ai...


Resuminho da rotininha delas:
As duas estão pesando pouco mais que 6,200kg e medindo 62cm e 64cm. Continuam não  gostando muito das frutinhas ainda, mas se faço batida com frutas, elas amam! E a papinha de frutas e bolachinha, elas também adoram! Estão mamando super bem e desde ontem começaram a almoçar! Isadora gostou muito da sopa, mais do que a Helena. Dormem um soninho de manhã se não saimos para passear e um soninho de tarde também. O banho passou para noite, já que deu uma esquentadinha e eu já não consigo dar banho sozinha, preciso de ajuda, pois as meninas estão grandonas e bem agitadas! Dormem bem de noite também, acordam para mamar pelo menos 2 vezes. Gostam de se tocar, agora parece que se descobriram. Uma fica olhando para outra, coisa mais linda! Mas também muitas vezes se grudam, chega a ser engraçado. Estão se virando sozinha, Helena já ameaça engatinhar. Gostam muito de ficar no chão, brincando nos tapetinhos, ou querem ficar sentadas. Adoram as brincadeiras que a mana Carol faz pra elas... Riem muito. Duas gracinhas!



Eu fico olhando pra elas e babando... agradeço demais a Deus! Realmente é uma coisa divina, inexplicável. Fico olhando para as duas dormindo e pensando: São minhas! E semana passada levei a Carol no balé e fiquei olhando ela de longe, fiquei rindo sozinha, já tão grande, tão linda, tão minha!!!! Ter filhos é a melhor coisa do mundo!
1.9.10

Pediatra

Ontem fomos ao pediatra.

Carolina (5 anos e 9 meses) cresceu 3cm, mas diminuiu 1kg... bem que eu tava achando ela muito magrinha... Mas também, acorda de manhã e não tem fome de nada e às vezes mal almoça. Chega do colégio morta de fome, comE tudo que vê pela frente, mas também depois não janta quase nada...

E a consulta de 6 meses das meninas:

Isadora 6,230kg e quase 64cm.

Helena 6,270kg e mais que 62 cm.

Carol adora levar o carrinho das manas!
A novidade é que agora as pequenas devem tomar menos mamadeira e começar a comer mais... o que já tava difícil, vai ficar ainda pior! Brincadeira... A papinha (com frutinha, o leite delas e bolachinha) elas adoraram! Não que comeram muito, mas pelo menos não jogaram fora, como faziam com as frutas...

Aqui o dia está lindo, mas com muito vento. Essa foto é da semana passada, que passeamos bastante!

E a partir de hoje ganha multa quem andar com a criança sem cadeirinha!!! Pior é saber que tem muita gente que ainda não tinha essa cadeirinha... Gentarada ontem no shopping brigando pelas cadeirinhas!

Boa quarta-feira para todos nós!