30.11.10

2a. Mostra de Arte Animal

No dia 24.11.2010, a Unidade de Zoologia da Unesc inaugurou a 2ª Mostra Arte Animal “Mata Atlântica”.  Durante todo o ano, os alunos do primeiro ano fizeram uma parceria com a universidade. Fizeram várias visitas, conheceram todos os animais, vegetação e trabalharam o ano todo com o tema Mata Atlântica.


Banner do evento


Méritos para as professoras Tânia e Irecê do Colégio Marista e para professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski, a idealizadora e fundadora deste maravilhoso museu.




Criançada
Então, depois de um ano todo estudando, conhecendo, aprendendo muito, chegou o grande dia da exposição das obras de arte. Foi um mega evento, com a participação do reitor da universidade e do diretor do colégio! Isso é muito gratificante para nós, os pais, imaginem para as professoras! Depois de um ano de trabalho, o reconhecimento!

Bom, nesta noite as crianças cantaram duas músicas lindas, e leram alguns textos sobre a Mata Atlântica. As crianças que iriam ler, levaram o texto pra casa, estudaram e tal. Carolina não ia ler. Mas um menino quando chegou na sua vez, ficou nervoso, saiu chorando e advinhem? A prof pegou a Carolina para ler! Aaaiiii, porque que mãe é tão boba??? Fiquei TODA orgulhosa da minha filhota lendo o texto que nem tinha ensaiado! E leu tãããooo linda, tão direitinho... :)

Minha leitora!

Carolzinha lendo o texto!
Foto oficial!
Os alunos, professoras, diretor, reitor.
E depois fomos ver a exposição das obras de arte!


Aqui a artista e sua obra de arte!
Nome da obra: Linda arara

Mas a Carolina é tão exibida que deu até entrevista para o programa da Magali!


Com a prof Tânia, Leo, Natty e Magali
Explicando sobre a Mata Atlântica...

Este ano foi muito importante para minha filhota, aprender a ler e escrever é um marco na vida da gente, não é??? E tudo isso com a ajuda da querida professora Irecê!
Super prof Irecê! Obrigada por este ano maravilhoso!!!






28.11.10

Desfile Maria Malu

E a minha modelo preferida entrou na passarela novamente!


Desta vez foi para o desfile de lançamento da loja Maria Malu (www.mariamalu.com.br).


Nos bastidores.
Fantasia Branca de Neve
Entrando na passarela!
A pose no final da passarela...
Segunda entrada.
Biquini + sainha + roupãp + mochilha/toalha



A pose para os fotógrafos!
Muitos flashes!

Será que babei muito? Coisa linda da mãe! Imaginem daqui a pouco as minhas três juntinhas desfilando???? Ui, ui! Como mãe é boba! 
26.11.10

Filharada doente!

Gente, filho é tudo de bom, mas filho doente não é fácil!


Semana passada foi a Helena. Febre, nariz escorrendo, nariz entupido, chatinha, choroninha. Na terça se encheu de pintinha. É a tal da roséola, para finalizar o quadro viral. Ontem tosse seca, hoje tosse com catarro.


Sexta passada fui eu. Dor no corpo, dor no corpo. Gripe. Final de semana todo...


Terça foi a Isa, mas com a Isa veio primeiro as pintinhas. Roséola. E depois veio a febre, o nariz entupido, o nariz escorrendo. Ouvidinho inflamado. Antibiótico.


Quarta foi a vez da Carol. Começou a sentir uma dorzinha de ouvido. Ok, não vai pra aula. Começou a gritar de dor. Tadinha. Ela tem bastante otite. Antibiótico.


Você que tem um filho, acontece uma vez e deu. Aqui, a coisa se prolonga. Primeiro pega uma, depois a outra e quem sabe a mais velha também!!!! Ah, e claro, eu peguei e minha mãe também.


Essa semanada foi pesada! Espero que amanhã, com a vinda do sol, tudo melhore!


Bom final de semana!
24.11.10

Tio Vitor!

Hoje é aniversário do tio Vitor!!! Ele sabe que eu tenho blog, mas acho que nunca mais nem entrou aqui...


Gato!
Meu irmão querido, que sonha em ser famoso, desde novinho tão inteligente e criativo. Logo abandonou a nossa cidade e foi para capital, fazer faculdade. E assim que terminou, realizou seu  objetivo: ir morar em São Paulo! E é lá que ele está. Longe de nós. Meu irmãozinho pequeno. Que saudade que sinto dele. Queria muito ele aqui todos os dias, mas a vida é assim. Cada um traça o seu rumo e ele está buscando o seu grande sonho.


Ele me ama, eu sei, eu sinto. Eu também amo ele demais. Sempre orgulhoso de mim. Ele me acha linda, eu sei. Eu também acho ele lindooo!!!! Isso é amor de irmãos! Que meu irmão Ruizinho não fique com ciúmes, também amo ele demais, mas o Vitor é o nosso pequeno.


Quando era pequeno, ele fazia tudo, tudo que a gente pedia. Até que se ligou e parou. A gente abusava. A gente brincava muito juntos. Chegávamos do colégio e no carro começava: "Lugar reservado! Controle reservado!" Era o controle da tv e o melhor lugar do sofá, o lugar do pai. Que saudade! Ele sempre foi meu companheirinho. Gostava de fazer as coisas comigo. Nós sempre gostamos das mesmas coisas, na tv, músicas (hj nem tanto, ok), seriados, filmes.


Cresceu, engordou, virou um gordinho, mas hoje é essa gostosura toda!  


"Carol, amanhã é aniversário do tio Vitor." "Pois é, e agora? O que a gente faz se ele mora em São Paulo?"... querida...  Ela não se conforma... Mas vive pedindo pra ir lá. E diz que quando crescer vai morar lá com ele. Sofro.


Hoje somos "cumpadres", porque ele batizou a Heleninha.


Pra mim ele sempre vai fazer 18 anos, e olha que acho um absurdo. O Vitor? 18? Já???? Que nada, já está completando 1/4 de século, como diz ele...


Só sei que ele vai fazer um festerê para comemorar seus 25 anos e nós nem estaremos juntinhos... 


Teria tanta coisa pra falar sobre meu irmãozinho... 


Te amo!
Te amo!
Te amo!
MUITO!





23.11.10

Obrigado minha mãe!

Não, não é dia das mães, nem aniversário da minha mãe. Ontem, eu estava tomando banho no banheiro da Carol e me veio a cena dela cantando pra mim, "escondido", ensaiando a música do dia das mães, que claro, era segredo para as mães. Ela começou e eu chorei, chorei, chorei... Foi a coisa mais linda do mundo ela cantando pra mim:

Obrigado minha mãe por tudo que eu sou
Obrigado mãe que tanto se sacrificou
Fez tudo pra me ver feliz
Capaz de até morrer por mim
Muito obrigada, por me amar assim.


A minha mãe nem sabe que eu tenho um blog, mas quero dedicar esta música todinha pra ela! Porque eu reclamo dela, sempre acho que ela podia fazer mais do que ela faz por mim e pelas meninas, mas é porque sou assim mesmo. Eu quero sempre mais. Ela é o máximo. Trabalha um monte, tudo que faz, faz bem feito, me ajuda com as meninas mesmo quando está com labirintite, briga que eu dou banho nelas muito tarde, reclama quando chega aqui e elas estão de pijama ainda, canta musiquinhas pra elas, adora sair com a Carol para ir lanchar, é uma filha muito dedicada aos seus pais, uma sogra muito querida e uma mãezona para nós três!


Mãe, te amo!



Obrigado Mãe

Obrigado mãe por todo seu amor
Penso em você e morro de saudade
O seu nome vai comigo aonde eu for
Sempre na tristeza ou felicidade
Obrigado mãe por tudo que me deu
Seu carinho, esperança e afeição
Pra você eu sou criança e quando vem a solidão
Vou buscar alívio no seu coração

Eu agradeço minha mãe
As vezes que você falou
Em cada lágrima sentida
Que por mim já derramou
Obrigado pelos beijos e conselhos que me deu
E a vida que você me ofereceu

Obrigado minha mãe por tudo que eu sou
Obrigado mãe que tanto se sacrificou
Fez tudo pra me ver feliz
Capaz de até morrer por mim
Muito obrigada, por me amar assim.

Obrigado mãe por todo seu amor
Penso em você e morro de saudade
O seu nome vai comigo aonde eu for
Sempre na tristeza ou felicidade
Obrigado mãe por tudo que me deu
Seu carinho, esperança e afeição
Pra você eu sou criança e quando vem a solidão
Vou buscar alívio no seu coração

Eu agradeço minha mãe
As vezes que você falou
Em cada lágrima sentida
Que por mim já derramou
Obrigado pelos beijos e conselhos que me deu
E a vida que você me ofereceu

Obrigado minha mãe por tudo que eu sou
Obrigado mãe que tanto se sacrificou
Fez tudo pra me ver feliz
Capaz de até morrer por mim
Muito obrigado, por me amar assim.




22.11.10

Ao pé da letra

Acho engraçado que a Carolina leva tudo ao pé da letra. Essa semana a turma dela vai na universidade participar de uma mostra sobre a mata atlântica. Ela já falou na outra semana que eles devem ir de uniforme. Tudo branco e azul. Tudo. Daí o tênis dela tem um pouco de marrom e rosa e ela quer comprar um tênis todo branco porque a professora falou que era tudo branco e azul. 


Na semana do dia das mães teve apresentação na escola e fui arrumar o cabelo dela com um laço pink. Ela surtou. "Não pode, não pode, não pode! A prof disse que é tudo azul e branco." Ok, lá fui eu e usei um laço branco. Chegando na apresentação, "reparei" nas amiguinhas dela. Que nada. Só ela toda certinha. Tinha criança até com o uniforme antigo (o colégio está em fase de mudança de uniforme). 


Ela reclama que é proibido crocs, chinelo e sandália. Mas quando estava com o pé machucado e teve que ir de chinelo ficou louca!!!! Já percebi que ela não gosta muito de ir contra "regras".


Um dia eu estava dentro da sala de aula dela, era dia da abertura dos jogos, eu tava ajudando a professora a arrumar a turma com a camiseta e as meninas com os ossinhos. Assim que ela falou pra turma sentar, Carol percebi que ela foi a primeira a sentar. Achei o máximo. Fiquei orgulhosa da minha filhota. Que obediente!


Mas não, em casa não é bem assim não... temo que pedir mil vezes para ela colocar o uniforme, mil vezes para arrumar o quarto, mil vezes para pegar alguma coisa pra nós.


Vamos ver como serão as pequenas quando maiores... 
20.11.10

Amamentação

Andou circulando um artigo por aí sobre amamentação. As mamães blogueiras e twiteiras já se pronunciaram. Bom, quero compartilhar a minha experiência, já que foram completamente diferentes!


Novembro 2004
Carolina
Depois de uma gravidez super tranquila, como eu queria, fiz o parto normal, que foi induzido e foi com anestesia.
Carol nasceu com 40 semanas de gestação e pesando 3,340kg e 50cm.


Março 2010
Isadora e Helena
Gravidez toda em repouso, aquele medo de não dar nada certo.
Com 34 semanas as meninas mandaram avisar que estava na hora. Correria no hospital. Pressão aumentada. Cesárea urgente. Parto super complicado seguido de uma histerectomia. Meninas nasceram pesando 2,075kg e 1,750kg.


Bom, a Carol mamou exclusivo no peito até os 6 meses. Uma maravilha, eu amava amamentar. Já as meninas, planejei muito como faria, amamentar as duas ao mesmo tempo, ou anotar o lado do peito que cada uma mamou... mil coisas. Mas já imaginava que elas precisariam de complemento. E então, elas foram para UTIneonatal. E eu, nada de leite... nada de poder pegar as minhas meninas para dar o meu peito pra elas. Não podia. Elas não estavam ali comigo. Quando desceu o leite, comecei a tirar com a bombinha elétrica, afinal, elas mamavam apenas 8ml pela sonda. Quando elas foram liberadas para mamar no meu peito, quase não saia muito leite, mas elas chegaram a mamar. Porém, elas estavam na UTI justamente para ganhar peso. Como controlar o ganho de peso delas mamando no peito? Ok, na UTI elas são pesadas todos os dias, então fizemos um teste. No dia que só dei peito para elas, elas não ganharam nadinha de peso. Os médicos preferiam que eu tirasse o leite e elas receberiam pela sonda. Ou seja, elas mamando no peito, de tão fraquinhas, pequeninhas que eram, o gasto calórico era muito maior do que o que elas ingeriam. Que pecado. Mas só tirando o leite, sem o bebê sugar, não dura muito tempo. Nos dias que elas ficaram na UTI eu acordava de madrugada para tirar leite. Quando estava lá, eu tirava lá na UTI mesmo. E ficava lá, de olho, verificando se eles estavam dando o meu leite mesmo ou o pré-nan. 


Na verdade a minha médica também não queria muito que eu amamentasse, estava com uma anemia fortíssima, devido a retirada do meu útero. Chegou a 19, sendo que o normal é 36 ou 37, não sei. Só sei que eu estava fraca demais, mal conseguia chegar naquela UTI pra ver as meninas, ia de cadeira de rodas, mas ia. E elas a cada visita minha, melhoravam muito.


Ah, e uma coisa muito engraçada. Como a Carol mamou super bem, eu não acreditava muito naquelas mães que diziam que o filho não gosta do peito, que não pegou bem o peito. Achava que era coisa de mãe que não queria amamentar. Que nada gente. A Isadora fazia cara de nojo quando eu botava ela no peito. Ela até mamava, mas só com muita fome, senão preferia o leite artificial mesmo. Mas é assim, mães mordem a língua!


Bom, só pra dizer que ninguém é mais mãe ou menos mãe porque amamentou o seu filho, como tinha gente comentando sobre o assunto no twitter. Cada casa é um caso, tudo depende do momento. Na primeira gravidez falei que iria amamentar até os 6 meses. Pois com 6 e meio, meu leite acabou. A gente coloca as coisas na cabeça e elas acontecem. Já das meninas, com um mês eu já nem dava mais conta da quantidade de leite que elas precisavam. Até os 20 ml de cada, tudo bem, porque o máximo que eu tirava era 40 ml. Daí comecei a dar uma vez pra uma, outra pra outra, até que começou a diminuir a quantidade. Uma pena, mas não deu. Ficava uma hora para tirar 40 ml. 


Agora eu não gosto de crianças muito grandonas amamentando não. Eu. Não julgo ninguém, cada mãe sabe o que faz, mas vou contra essas campanhas de amamentação. Pra mim até os 6 meses tá muito bom!


Sou muito mãe, independente do que qualquer um pense ou fale. Cada mãe sabe o que faz pelos seus filhos.
18.11.10

Eu admiro...

Eu admiro as mães que dão conta da casa, da filharada, de estar bem, de dar atenção pro marido e tudo isso SEM empregada/babá/faxineira.


Gente, minha casa é grande, odeio cozinhar e não sei mesmo, faço o mínimo e nada sai gostoso. Dependo sim de empregada. E isso é um saco. 


Optei por não ter babá de dia, mas não abri mão de alguém toda noite lá em casa. No início seriam os 3 primeiros meses de vida, depois passei para os 6 meses, agora até elas completarem 1 aninho quero que ela continue lá em casa de certeza. É o tempo que tenho para ir no mercado, para buscar a Carol no colégio, inglês, balé, fazer a unha, pintar o cabelo, depilar. Essas coisas todas que precisamos fazer! E com ela lá em casa toda noite consigo sair para jantar com o marido, só, nós, esquecer a correria por algumas horinhas. Ufa!


E olha, a empregada da casa ajuda muito com as gêmeas, inclusive ela que fica com as duas para eu trabalhar, claro que só trabalho duas tardes, mas ela tem a casa toda, e detalhe, está grávida!


Bom, pra ajudar a empregada tenho uma faxineira que vai um dia na semana, porque ela grávida, não tá dando conta de tudo. E pra lidar com essa mulherada??? Saco.


As meninas estão super agitadinhas! Só querem ficar em pé, que canseira gente! E os dentinhos que não saem de uma vez. Que pecado. Isa estava assadinha e com uma coisinha na boca. Helena saindo pus do olho e com um cortezinho na língua. Como essas coisas aparecem, se a gente cuida tanto?


Ai, sério, não vejo a hora das duas começarem a andar! Podem me achar louca, ok, também não sei como elas serão. Mas a minha esperança é que sejam iguais a Carol, que andou bem cedo, mas não era daquelas crianças que saem correndo, fugindo da gente. Não. Era bem bom, ela sempre ficava pertinho.


É que ando cansada. Esse feriado quebra a gente, porque é muito passeio, todos cansam, as crianças se agitam, mudam a rotina. Daí estou no clima pós feriado, ou seja, quebrada. E hoje a Heleninha acordou 6 da manhã...


E tenho a babá de noite, mas não abro mão de dar o banho nelas todo dia, não largo elas ali e pronto, até porque não dá. Fico junto, brincando, o que é uma delícia, mas com elas querendo ficar de pé o tempo inteiro, cansa. Não querem mais sentar. O horário das 18-21hs é corrido também aqui em casa. Janta/banho nas três, e aquela horinha que já estão chatinhas, com sono. E ainda tem as tarefas da Carol. Correria total. E ainda sou viciadinha em internet, mas ainda bem que tenho meu Iphone... consigo entrar toda horinha e fico atualizada!


E se a criança chora, vou deixar ali e a babá que se vire? Jamais! Acordo junto.


Nunca fui a favor de babá não, saco uma pessoa grudada em ti ou nos teus filhos em todos os lugares, mas a senhora que dorme lá em casa de noite é muito eficiente, e como é só de noite, tudo certo.


Bom, foi meio um desabafo, mas é que hoje estou cansada. Ou estou na TPM mesmo sem ter útero, porque ontem devorei muitos chocalates... Ahhh e pra piorar hoje bati o carro na garagem.


Mas pra alegrar o dia, temos apresentação de balé da Isabella, minha afilhada hoje. Depois coloco fotos, claro!


Bom, escrevi para dizer que admiro e muito essas mães que dão conta de tudinho sem ajuda nenhuma! Porque eu não consigo...
16.11.10

Fotos festa Carol 6 anos

Fotos da festa da Carol de 6 anos, que foi da Branca de Neve.


10.11.10

Coisinhas da mãe!

Essas são as minhas duas coisinhas! 
Coisinha 1: Isadora 
Coisinha 2: Helena
Isadora e Helena
Pra quem não conhece, são personagens do filme The Cat in the Hat:





Muito comum para quem visita os parques da Disney, ver irmãos usando estas camisetas, na verdade até adultos usam muito! Ficamos com vontade de comprar quando fomos pra lá, mas não compramos. Isso antes das gêmeas. Mas ano passado meu marido foi para Orlando, eu estava grávida delas, e claro que ele não resistiu e trouxe para as pequenas! Não ficou o máximo? Isadora usa de número 1 porque nasceu primeiro... ehehhehe...
9.11.10

8 anos de casados!

Hoje completamos 8 anos de casados!


Nossa festa de casamento foi tãooo legal... mas como passa o tempo! Vontade de fazer outra festa daquelas! Quem sabe para comemorar 10 anos, né? Ehehhehehe...


A gente não pensa em como nossa vida muda depois de casar. E pra mim, mudou pra melhor!


Com 1 ano fomos comemorar nossa segunda lua de mel. Passamos um final de semana na Ilha do Mel. Ficamos só um ano e quatro meses casados e logo descobri que estava grávida da Carol. Ela nasceu 4 dias antes de completarmos 2 anos de casados. Desde então, onde a gente ia, a Carol ia junto! Só um filho é bem fácil de levar por aí... Agora que temos as três, conseguimos sair sozinhos de novo! Mês passado passamos um final de semana em Buenos Aires, que foi tão bom, que já vamos passar mais um final de semana sozinhos mês que vem... Parece estranho, mas é mais tranquilo deixar as três do que antes só deixar a Carol. Bom, é aquela história de segundo filho... Como a gente muda depois do segundo, no meu caso, segunda e terceira filha...


Bom, casamento é bom quando a gente entende o outro, quando a gente admira o outro, valoriza. Quando minha prima mais velha casou, ela falou: "Agora somos um só". Achei essa frase muito forte. E muito bonita. E é isso que sinto hoje. Que somos um só. Respeitando seus limites, respeitando suas vontades, mas sim, casamos para manter um relacionamento, e para termos um companheiro para a vida inteira!


Emanuel nem lê o meu blog, mas vale o recado:
Marido, te amo demais!
8.11.10

Vem chegando o verão...

Hoje tá um calorão aqui! Mas diz a previsão que vai esfriar muito até quinta... Ui! Mudança de temperatura, que estresse... criançada doente!

Com quase 8 meses foi a primeira vez que as meninas usaram manga curta e vestidinhos sem meia calça! Que delícia!

Na verdade eu AMO o inverno, mas depois de tudo que as meninas passaram - bronquiolite, comecei a esperar ansiosa pelo verão!

Na foto a dupla com o vestidinho que a tia Cacá trouxe de presente pra elas. Um amor! 

Mamãe com as pequeninhas. Helena em pé, Isa sentada.

5.11.10

Carol 6 anos

05.11.2004 
Depois de passar a noite praticamente em claro, mas sem motivo nenhum, na verdade, estava tentando criar um fotolog para a Carol junto com a minha prima Vanessa. Tinha consulta 8:00 e a cesárea estava marcada para o dia 12.11.2004. Fui com a minha mãe na Dra Beatriz, porque o marido neste dia não podia ir, e afinal era só uma consulta das tantas que acontecem no final da gestação... Chegando lá, já estava com 3 dedos de dilatação e a Bea me diz: "Vamos pro hospital?" Como assim?????? Vai nascer???? 
Bom, antes de ir para o hospital, passei no salão e fui fazer uma escova (não façam escova para parto normal, porque não adianta nada! Suador!). Marco ria de mim, ele escovando e eu chorando. 
11:00 da manhã dei entrada no hospital. 
15:30 Carol nasceu!
O parto foi super bom, bem tranquilo.Foi induzido, poderia virar uma cesárea a qualquer momento, mas como eu tanto queria, consegui fazer o parto normal. Com ocitocina e sem dor sim, mas foi um parto normal. Senti todas as famosas dores do parto. Muitas contrações. Enquanto minha médica esperava as contrações ficarem regulares, ela levou uma revista Caras e fomos lendo juntas. Mas depois que começaram... nossa... são aqueles 45 segundos que a gente apaga, não sente nada, imagina que eu iria ler Caras naquela hora...
A minha recuperação foi super tranquila, achei ótimo fazer parto normal. Muita infuência da minha amiga Denise, que dizia que PN era uma beleza!


Então, Carolzinha chegou em nossas vidas! Nossa menina amada. Minha menina tão esperada. Sempre soube que teria uma filha e ela se chamaria Carolina. Sempre. 


05.11.2010
O tempo passa muito rápido. Carol está uma mocinha! 6 anos! Lendo, escrevendo, conversa com a gente como adultinha. Mas também, muitas vezes parece uma mini adolescente, chego a ficar com os cabelos arrepiados, só em imaginar como será com 15 anos... Adora ir para o colégio, adora fazer tarefas, gosta muito das aulas de inglês e mais ainda da aula de dança e das apresentações! Ama brincar de Barbie e de Polly. Passa o dia inteiro brincando sozinha com suas bonecas. Não é nem nunca foi de ficar muito tempo na frente da tv. Tomou seu primeiro copo de coca-cola final de semana passado. Diz ela que gostou, mas não pediu mais. Só quer saber de água. É magrinha de ruim, porque come de tudo! Tem poucas amigas, são em apenas oito meninas na sala, mas ela, a Amanda e a Emily são inseparáveis! É uma filha maravilhosa, companheira, querida. 


Ontem foi a festa dela. Foi linda! Ela escolheu o tema: Branca de Neve e os Sete Anões. Estava tudo muito legal, pessoas queridas, comida gostosa, muitas brincadeiras. Até um salão de beleza foi montado lá no Pira pra ela... com a presença ilustre do Marco, do Deno e da Gricia! A criançada se divertiu muito! Ah, e a festa era à fantasia! Uma graça! Todas as mamães colaboraram, capricharam e a criançada estava linda demais! E claro que não deixei por menos, minhas três bonecas foram lindas lindas. As três de Branca de Neve! Uma graça!


Minhas princesas! Helena, Carolina e Isadora.


Não sei se um dia nossos filhos saberão o quanto são amados. Bom, só no dia que se tornarem pais mesmo... 
2.11.10

8 meses Isadora e Helena

Isadora e Helena

Minha bonequinhas hoje completam 8 meses! 


Pois é... ainda não chamei ninguém para colocar a rede e nem o cercadinho, e a dupla já está se rolando para todos os lados... É tô bobeando... 

Resuminho da rotininha delas:
As gostosinhas não foram na consulta do mês com o pediatra, será amanhã. Não sei dizer quanto estão pesando, mas sabe quando a gente olha para a criança e vê como ela cresceu? Pois é. Olho para elas e digo: Gente! Como estão grandonas! 

Comem a fruta pura ou papinha ou a batida com frutas. Continuam sem querer de muita mamadeira. Mas a função de dar comida é o dia todo!!! Parece que não acaba nunca! Estão almoçando e jantando bem, já comem vários tipos de almoço, inclusive carne, mas a janta é sempre sopinha. Estão acordando cedo. Isa 7:15 e Helena vai até 8:00 na maioria das vezes. Mas lá pelas 9:00 dormem um sonão! Nem quero que durmam tanto de manhã... Mas agora está esquentando, vamos sair para passear daí elas irão mudar a rotina de soninho. O banho continua de noite, depois da janta. A mamadeira da 1 da manhã já era! Mas não consigo dar a mamadeira só 11 da noite, ali pelas 21hs elas já ficam agoniadas, não dormem aquele sono pesado. Daí é só dar a mamadeira e pronto, capotam. Dormem até 5 ou 6 da manhã.  E nem consegui dar a farinha na mamadeira, porque fizeram muito cocô. 
Adoram se olhar, se tocar, ficar juntas. Agora já riem uma para outra. Continuam só no ensaio para engatinhar. Mas rolam por tudo, pegam o que querem! Estão sentando. Ah sim, sentaram no mesmo dia! Eu não via a hora! Coisa boa brincar sentadinhas. Continuam enlouquecidas pela mana mais velha. A Carol passa na frente delas é uma felicidade! 
Isadora já bate palminhas. Helena faz caminhãozinho. Andam bem manhosinhas. se a gente passa na frente do berço e não pega elas, abrem o choreiro (principalmente a Isa). Agora os dentes da Helena, nada. Era mentira! Ehehehhehe... brincadeira, é que a Mica ouviu o barulhinho do dente na colher e já saiu avisando, olhei, achei que tava saindo mesmo. Mas que nada, passou um mês e nada do dente! 
Já peguei a dona Heleninha em pé no berço. Papai não perdeu tempo e baixou o berço no mesmo dia!


Ah, e a primeira vez que usaram manga curta foi neste final de semana! E domingo saíram assim, como nesta foto, vetidinho, pernocas de fora, e sem nada no pé, porque nada serve! 
Amor infinito... Coisiquinhas lindas, não paro de babar.