14.2.11

Grude

Por alguns momentos, cheguei a pensar que minhas filhas não sabiam que eu era a mãe delas, que não me amavam (oi? - mãe louca). Qualquer um (leia-se tios, avós, babá) que desse um carinho pra elas, elas já se atiravam no colo, já sorriam facinho, facinho. Mas isso passou (yes!), e confesso que eu adorei! 


A Isadora andava num grude total comigo, não podia me ver passar, me chamava esticando os bracinhos. Na viagem, mal consegui ficar com a Helena no colo durante os voos. Só com a Isa, senão ela gritava. Só parava no meu colo. Então, eu disse "andava num grude", porque hoje mudou! Hoje é a Helena que tem feito exatamente o que a Isa estava fazendo. Grita quando me vê, chora se eu passo e não pego ela. Será que aprendeu com a mana? Mas o engraçado é que a Isa tá bem tranquila. Deixou a mamãe para Helena. Coisa de gêmeas? Uma vez de cada? Não sei dizer, só sei que estou amando isso! Estou amando esse grude!

2 comentários:

Grude é muito bom! Curte ai rs! Elas 3 tão muito lindas!
Aaaaahhhh, mas esse grude é muito bom mesmo. Delícia total!!!!
BJos

Postar um comentário