1.7.13

E como foi?

Respondendo ao post sobre a viagem de filha única, foi ótimo, a Carol super companheira, não reclamava de cansada, curtiu muito, muito, super interessada, ela amou e nós também. A gente passeava o dia todinho e ela firme e forte!

Já por aqui, a duplinha ficou bem, mas ficou bem resfriada, ficaram bem caidinhas. É incrível, sempre que a gente viaja, elas ficam doentinhas. Sempre. Não importa a data da viagem. Mas conseguíamos nos falar pelo Facetime todos os dias e nada de choros,elas ficavam bem contentes e percebi que elas ficaram com muita saudade da "Calol", ficavam faceiras chamando pela "Calol", umas queridas!

Desta vez não chorei de saudade delas lá, e sim na volta. Me deu uma dor no coração quando cheguei, sei lá, uma coisa ruim de ter deixado as duas... Daí eu fico naquela loucura e juro que nunca mais vou viajar sem elas! 

A Isadora do nada vinha e me dava um abração, bem forte, saudade mesmo, aquele abraço bom, sabe? E ficou assim, mil abraços fortes desse. Ela brincava um pouquinho e vinha dar um abração. Querida, estava demonstrando a saudade que sentiu, ela é muito carinhosa.

E foi assim, se me perguntar, juro que não faço mais isso, mas quem me conhece sabe, se o marido inventar outra viagem, eu vou junto sim. 

Nós 3!

2 comentários:

Nossa bom que a viagem foi tudo bem, nos mães vivemos nesses dilemas, as vezes tenho vontade de viajar sou eu o marido, ai quando conseguido fico morrendo de saudade das meninas :).

Tri-beijos Desirée
http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/
Oi Gabi..
Acho que nunca comentei por aqui.. mas esse negocio de sair sem a cria, ainda mexe comigo.
Tenho uma só.. e já passei uma, única, noite sem ela. Foi bem tranquilo, sem dramas ou sofrimentos... mas queria muito ter coragem de passar um final de semana fora com marido... Acho que no fim, faz bem para todo mundo.. e vc deve saber bem disso, né?!
Que bom que deu tudo certo, apesar das doencinhas chatas. E que melhor ainda, que a Carol curtiu esse momento com vcs!!!
Bj grande!

Postar um comentário